http://dc255.4shared.com/download/hu1EdXjk/audio-player.js
sem ganasagora em versão medicada!
Aqui jaz
j f
morreu
como tinha vivido
sem ganas

Joan Fuster

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Há coisa

Augusta Pia avistou na rua umas 10 pessoas que avançavam numa única e mesma direcção. Isto pareceu suspeito a Augusta Pia, mesmo muito suspeito. 10 pessoas iam numa única e mesma direcção. 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10. De certeza que ali havia coisa. Porque senão, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 pessoas não iriam exactamente numa única e mesma direcção. É que se ali não houvesse coisa, então não iriam 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 pessoas exactamente na mesma direcção, então 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 pessoas iriam em 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 direcções diferentes — Isto é certo e sabido. E a menina Augusta Pia sempre fora uma rapariga às direitas, já na escola. Mas quando há coisa, então 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 pessoas vão, por via de regra, numa única e mesma direcção e não em 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 direcções diferentes. Quando há coisa, também 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90, 100 pessoas podem ir numa única e mesma direcção. Quando há coisa, até 100, 200, 300, 400, 500, 600, 700, 800, 900, 1000 pessoas podem ir numa única e mesma direcção. Pia sabia isto e muitas outras coisas. Por exemplo, Pia sabia que devia rimar com sabia. Augusta contou. Eram de facto 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 pessoas que iam exactamente numa única e mesma direcção. (...)
Augusta Pia — um xarope de fígado de bacalhau (1923), Kurt Merz Schwitters

Arquivo

E-MAIL
© SEM GANAS 2010